O Vinho E Os Momentos Para O Seu Consumo

o vinho e os seus momentosNo seguimento do artigo que publicámos sobre o vinho, com algumas dicas sobre o vinho a escolher em função da pessoa que convidamos para a nossa casa, abordamos agora a temática do vinho adequado a outros locais e ambientes.

Essencial na opção a tomar, que vinho escolher, é o caracter formal ou informal da ocasião, sem descurar a matéria já abordada dos intervenientes.

Locais e Ambientes

Se existe um ambiente formal em espaço fechado, restaurante ou salão, com um serviço de mesa cuidado, o vinho deverá acompanhar este mesmo serviço, ou seja, um vinho com personalidade, e a merecer alguma atenção.

Ainda assim, o número de convivas e o motivo da reunião, do evento, deverá ser também levado em conta, se o número de pessoas reunidas é reduzido, está criado um ambiente propício à degustação de um vinho de qualidade, de uma novidade, que por si só permitirá a partilha de sensibilidades e apresentação de críticas, sejam estas positivas ou ao invés negativas.

Se, no entanto, o evento resulta na reunião de muitas pessoas, normalmente, o ambiente não se torna tão propicio à partilha de sensibilidades mas antes ao desfrutar do momento, ao convívio entre as pessoas, nestes casos, batizados, casamentos e/ou outras festividades, como aniversários, deverá ser escolhido um vinho simples, que “case” bem com a comida, sem ter pretensões a ser a estrela da mesa.

Não Deixar Os Seus Créditos Por Mãos Alheias

Ainda assim, em casos muito especiais, se o anfitrião é conhecedor do meio e assim reconhecido, não deverá deixar os seus créditos por mãos alheias, é provável que os convidados estejam focados na apresentação de uma surpresa ou na expetativa de provarem algum dos néctares já, bem, afamado por este.

Escolher Em Função Do Prato

Se o ambiente for mais informal, então o vinho deverá ser escolhido em função do prato, da temperatura ambiente, se é uma refeição volante ou se convida a comer “à mão”, é aconselhável que seja eventualmente um vinho fresco, simples e fácil de beber.

Se o prato consistir num churrasco, um vinho tinto simples mas com corpo deverá ser adequado, servido a uma temperatura aproximada de 16º.

Se for, por exemplo, uma sardinhada, um vinho branco, ligeiro, fresco, de pouco grau, fácil de beber, é o adequado, ou então, boas alternativas, como um rosé seco ou verde branco servidos qualquer um deles bem fresco. Para os convidados mais renitentes a brancos e/ou rosés um tinto ligeiro de boa acidez cumpre bem o seu papel.

Já sabe que pode encontrar uma óptima selecção de vinhos no nosso website assim como a possibilidade de o incluir num Cabaz de Natal ou oferta, ou criar um novo.

Poderá ler também este artigo no Tumblr, Blogger e Sapo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s